terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Polêmica sobre o dia 25 de dezembro

Esclarecimentos sobre o ensinamento da Igreja Católica; Dia 25 de dezembro é o dia exato do nascimento de Jesus Cristo? NÃO.

Então porquê a Igreja adotou esta data?

      A Igreja é católica por que é universal, ela absorve a Verdade nas culturas e as acolhe, por que acredita que estas verdades também são sementes do Verbo Divino no mundo. Nos primeiros séculos comemorar a data de nascimento de Jesus não era algo comum ou pertinente, embora este período de dezembro e janeiro fossem os mais adotados como de seu nascimento, devido ao senso realizado pelo Imperador Augusto relatado nos evangelhos. Somente no século IV com a oficialização do Cristianismo como religião oficial do Império Romano que a data 25/12 foi utilizada como dia de nascimento de Jesus Cristo, pois esta data era muito festiva e popular em comemoração ao deus Sol. Como Cristo é mais que a luz do sol, pois é luz da consciência humana e revelação plena de Deus. Então para manter a festividade popular, mas com maior sentido existencial, convencionou-se comemorar neste dia a encarnação do Verbo de Deus (Logos), nascimento de Jesus de Nazareth.

      Outra questão são as datas litúrgicas, para cada período deve-se reforçar pedagogicamente cada ensinamento bíblico e dar este conhecimento aos fiéis, desta forma em algum momento do ano terá que ser lida as primeiras partes dos evangelhos de João e Lucas, que relata o nascimento e infância de Jesus, então convencionou-se fazer isso  no dia 25/12 e períodos próximos. Diferente da Páscoa, que já tem uma precisão astronômica e que sempre teve importância primordial nas comemorações da Igreja desde as primeiras décadas.

       De qualquer forma Feliz Natal! e que Cristo nasça nos corações 365 dias do ano. Assim como a Igreja ensina pelos séculos.

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Respeite-se e não force convivência, para amar mais.

      Caros amigos, isso que escrevi já deixo claro que não é para alguém em específico é apenas uma reflexão sobre a vida e o convívio.
       Hoje é véspera de natal. À noite as variadas composições de família se reúnem outros passam sozinhos, assim como ocorre no ano novo. Independente da opção creio que o melhor é estar em paz, querendo o bem de todos, deixar que esta proposta que é Deus se encarnando no mundo se faça presente e sempre atual.
      Algo que nunca vou entender é como pessoas de personalidades, caráter tão diferentes, que não se suportam, queiram confraternizar de mesmos ambientes e festas. Hipocritamente querendo passar uma imagem de união familiar. Pessoas se maltratando por que não suportam conviver, mas forçam isso. Sempre vou pregar a união entre as pessoas, mas cada qual sendo respeitada em sua individualidade, se isso não ocorre não existe possibilidade de convivência saudável. Todos devem perdoar e amar, pois somente isto nos tornará felizes, no entanto, não tem a obrigatoriedade de conviver nos mesmos ambientes. O que amamos nos seres humanos é maior do que seus egos e estes muitas vezes  é o que torna o convívio insuportável. Tenho amigos que não vejo por meses e quando reencontro o amor se mantém vivo e forte. Se todas as famílias entendessem isto, menos pessoas se sentiriam culpadas e menos ódio existiria. Forçar um conviver com o outro causa dramas shakespearianos. Desta forma, não importa que opção faça, se for fazer uma grande ceia ou se for passar o natal sozinho saiba que é possível se respeitar estando em paz, perdoando, amando todos e não se violentando, convivendo com alguém que não queira. Então, tenham um feliz Natal e assim como perdoo a todos que de alguma forma me prejudicaram, peço perdão a quem tenha ofendido, saiba que não é por que não convivo com você que não o ame, muitas vezes prefiro não conviver, principalmente quando não estou bem comigo mesmo, para continuar te amando mais intensamente.

Questões básicas sobre o cristianismo

Por que às Igrejas cristãs não consideram os textos apócrifos dignos de estarem na Bíblia?

         Os textos apócrifos são elaborações das primeiras comunidades cristãs com opiniões pessoais e teologias díspares da fé apostólica. A coerência teológica entre os textos é que os dão dignidade de inspirados. Pois neles tem os ensinamentos de Deus. A Palavra de Deus.

Os textos apócrifos podem ser lido pelos cristãos?

         Com certeza, pois são textos que mostram como às primeiras comunidades cristãs buscavam com toda sua imaginação encontrar Jesus Cristo. As heresias não são criadas por pessoas ignorantes, mas por estudiosos da fé, que se equivocam nos conceitos. Conhecer estes conceitos equivocados nos ajudam a não cair no mesmo erro, mesmo ele tendo sido superado a séculos.

A Bíblia é um livro histórico?

       Não no sentido da historiografia moderna. Pois os métodos adotados para os escritos são teológicos. Muita coisa histórica da vida judaica, locais,etc.. podem ser pescados no meio dos textos, mas o motivo destes textos terem sido escritos é em sentido teológico. Como Deus se revela e finalmente este encontro da humanidade com Ele.

A Bíblia deve ser lida ao "pé da letra"?

       Não aconselha-se ler a Bíblia sem um básico conhecimento teológico e histórico-crítico. Justamente para não cair em fundamentalismos. Mesmo sem estes conhecimentos podemos ler a Bíblia como oração pessoal, deixando que Deus ilumine nossa vida a luz da sua Palavra. No entanto, todas as vezes que o fiel tiver alguma dúvida que os textos possam causar, deve-se buscar auxílio teológico e histórico-crítico.

A Igreja Católica pode ser responsabilizada pela inquisição, escravidão, guerras, etc?

        A Igreja Católica tem como missão levar a Palavra de Deus para toda humanidade. A Bíblia condensa os ensinamentos da Igreja Católica, no entanto as declarações do Magistério em acordo com a Tradição também fundamentam o ser da Igreja nos séculos. A base teológica da ação da Igreja no mundo está no serviço, Jesus Cristo deu o exemplo máximo no lava-pés. Para que todos tenham vida em abundância, num convívio de justiça, perdão e amor, amando a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo. Estes fundamentos devem reger toda vida da Igreja. Se em algum momento membros da Igreja não corresponderam a esta proposta de Jesus Cristo não falam e não agem pela Igreja, mas por si próprios.

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Papa Bento XVI faz seu primeiro tweet, seja bem vindo!

Bento XVI (@Pontifex_pt) tweetou às 8:36 AM on qua, dez 12, 2012: Queridos amigos, é com alegria que entro em contacto convosco via twitter. Obrigado pela resposta generosa. De coração vos abençoo a todos. (https://twitter.com/Pontifex_pt/status/278810428803526656) Baixe o aplicativo oficial do Twitter em https://twitter.com/download

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Próxima parada dia 07/10

Congresso Teológico Continental, pessoal da teologia e interessados vai rolar algumas conferências via internet aproveitem! Se soubesse que transmitiriam provavelmente não viria até aqui...rs http://www.unisinos.br/eventos/congresso-de-teologia/pt/o-congresso/noticias/197-transmissao-online-das-grandes-conferencias

Sobre a UNISINOS

      Sobre o Campus da UNISINOS-RS realmente os Jesuítas capricharam na estrutura, não tem campus universitário no Paraná comparável. O centro politécnico da UFPR ou o campus da POSITIVO ficam no chinelo. Para se ter ideia são uns 10 restaurantes, agências da maioria dos bancos, agência do correio... e a alimentação é barata e boa, além do lugar ser lindo com lagos, áreas verdes em todos os ambientes...coisa fina. Para quem está pensando em fazer um Mestrado ou Doutorado vale pesquisar aqui a CAPES está em todos os cartazes de pós-graduação.


Impressões do Simpósio Internacional

Encerrou o Simpósio internacional UNISINOS - Religião, cultura e sociedade. Fiquei impressionado com a liberdade com que os conferencistas, em sua maioria PHDs católicos, discursaram sobre temas avessos ao discurso religioso padrão ou dogmático. Para ser bem sincero senti que foi tanta liberdade que qualquer religião, cientista(seja da área de humanas ou exatas) poderia estar presente que se sentiria em casa. O que acabou acontecendo foi, como expressado por algumas perguntas, que justamente por serem teólogos católicos onde estava a Doutrina Católica no que falavam?...

Se interpretado que todos já possuíam a Doutrina de forma claro e que ali era um ambiente acadêmico, crítico, para imersão de novas ideias e ousadia creio que foi muito válido. Embora, na minha humilde opinião, ainda bem que não existe mais fogueira da inquisição se não a maioria estaria tostado.


quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Fé e ciência diálogo possível

No Simpósio na UNISINUS-RS diálogo fé e ciência com o PHD em filosofia e teologia professor na Alemanha Michael Welter e o PHD em Física professor nos EUA Marcelo Gleiser.

Muito bom ver um debate destes em alto nível. O que pareceu claro foi que se debatido em especialidades fé e ciência podem facilmente dar as mãos. No entanto, tem que deixar claro de que fé trata-se e de que ciência trata-se, existe a má fé religiosa e científica, isso foi um ponto concordante entre os debatedores. Doutores que agem com maturidade de escola primária assim como líderes religiosos que transformam a religião em fábulas. Colocar à mesa as diferentes racionalidades é fundamental. A razão objetiva tem seu lugar no avanço tecno científico, no entanto a razão subjectiva contribui para o desenvolvimento humano, social e o sentido de ser. Neste ponto a teologia ocupa o lugar no debate da expressão"fé" ou "religião". Visto que, as crenças são inúmeras, assim como as religiões, mas num diálogo precisamos racionalizar e isso necessita nível acadêmico até para que se estabeleça método que seja ponto de encontro.


domingo, 16 de setembro de 2012

Esclarecedora entrevista de BENTO XVI

"O fundamentalismo é sempre uma falsificação da religião" http://feedproxy.google.com/~r/zenit/portuguese/~3/7MBz9on00PU/rssportuguese-31297 ROMA, sábato, 15 de settembre 2012 (ZENIT.org) - Ontem de manhã, durante a viagem aérea de Roma a Beirute, papa Bento XVI encontrou os jornalistas do Voo Papal. Publicamos a seguir a transcrição da entrevista concedida pelo Papa.Read more... Enviado por gReader

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Visão da Igreja Católica sobre a sexualidade

2332. A sexualidade afecta todos os aspectos da pessoa humana, na unidade do seu corpo e da sua alma. Diz respeito particularmente à afectividade, à capacidade de amar e de procriar, e, de um modo mais geral, à aptidão para criar laços de comunhão com outrem. 2333. Compete a cada um, homem e mulher, reconhecer e aceitar a sua identidade sexual. A diferença e a complementaridade físicas, morais e espirituais orientam-se para os bens do matrimónio e para o progresso da vida familiar. A harmonia do casal e da sociedade depende, em parte, da maneira como são vividos, entre os sexos, a complementaridade, a necessidade mútua e o apoio recíproco.

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Vocação


Para quem ainda não entende o que é vocação para santidade,para o Reino de Deus, este documentário ajuda no esclarecimento.

Assista a "Documentário sobre Vocação - 2ª Parte" no YouTube

quarta-feira, 6 de junho de 2012

Arte profunda de realidade e fé

Na aula de Catequética, no curso de Bacharelado em Teologia, o professor Mário Betiato trabalhou as várias percepções sobre esta imagem, desde o sentido primeiro do que a arte transmite, o sentido religioso e por fim o sentido pessoal, em qual momento das 12 cenas mais nos identificamos. Esta pintura ele adquiriu quando estava em missão no continente africano, de origem Sudanesa. Vale a pena meditar sobre ela.


terça-feira, 29 de maio de 2012

Voltei com o blog!

Após algumas mudanças na vida pessoal e outras que ainda virão, está na hora de voltar a produzir, continuar a contribuir com todas as energias que sejam possíveis canalizar em prol do Reino de Deus. Serviço é a palavra de ordem.